Um Natal diferente: 12 destinos alternativos para as Festas

Se estás à procura de algo um pouco diferente para este Natal, então salta abordo do teu trenó e voa até um destes 12 fantásticos destinos de Natal!

Tromsø, Noruega

Segue a Aurora Boreal em Tromsø!

Segue a Aurora Boreal em Tromsø!

Sonhas com um Natal branquinho? Porque não realizar o teu sonho e passar a época festiva no Círculo Polar Ártico?

A cidade ilha de Tromsø, embora completamente submersa em escuridão durante o inverno, ganha vida no mês de Dezembro. O cheiro a clementinas, ramos de abeto e pão de gengibre segue-te a cada passo. Os sons animados de hinos natalícios enchem o salão magnífico da Catedral Árctica. Os habitantes locais congregam nos mercados de Natal, e com tantas tentações à tua volta, é fácil ceder. Experimenta as tradicionais ingefærnøtter, bolachas de gengibre em forma de bolinha, e um copo de licor de camarinha preta para aquecer.

Um dos grandes benefícios de estar rodeado de escuridão total é que poderás conseguir ver a evasiva Aurora Boreal. Fica à coca das 6 da tarde à meia-noite e, enquanto esperas, tira partido da abundância de neve: faz um pouco de ski cross-country ou começa simplesmente uma guerra de bolas de neve.

Procurar voos para Tromsø Reserva hotéis em Tromsø

Küssnacht, Suíça

A vista do Lago Lucerna e de Küssnacht.

A vista do Lago Lucerna e de Küssnacht.

Na maior parte dos países do mundo, o Pai Natal é recebido de braços abertos. O mesmo não se aplica à pequena aldeia de Küssnacht, na costa norte do lago Lucerna, onde todos os anos, a 5 de dezembro, cerca de 20,000 convidados aparecem para caçar o barbudo das prendas.

Chama-se o “Klausjagen” – “Perseguição ao Nicolau”, e é uma das celebrações natalícias mais estranhas da Europa, mais ainda porque começou na Idade Média como uma tradição pagã, quando as comunidades tentavam afastar os maus espíritos com ensurdecedoras explosões de barulho. O evento era tão turbulento que foi banido no século XVI, mas foi reintroduzido passado cem anos num novo formato, com o velho São Nicolau na mira.

A parada, que dura a noite toda, inclui 180 trompetistas, duzentos homens vestidos com “iffeles”, gigantes mitras de bispo decoradas como vitrais resplandecentes, e 700 percussionistas de chicote que “caçam” o rebelde conhecido como Claus e os seus quatro elfos e os expulsam da cidade.

Procurar voos para Zurique Reserva hotéis em Zurique

Douz, Tunísia

As dunas e os camelos do Deserto do Sahara, em Douz.

As dunas e os camelos do Deserto do Sahara, em Douz.

Conhecida como o local de rodagem dos filmes da Guerra das Estrelas, a adormecida cidade oriental de Douz é frequentemente rotulada como a “Porta para o Saara”. Mas durante os últimos quatro dias de dezembro, as tribos árabes que aqui vivem transforam esta planície poeirenta num magnífico espetáculo beduíno.

O Festival Internacional do Sahara atrai enormes multidões, com turistas de todo o mundo a juntarem-se aos nómadas que viajam dos países vizinhos da África do Norte para ver e experimentar os torneios de hóquei na areia, os banquetes, as feiras de artesanatos e as tradicionais danças do ventre.

Em Douz, o humilde camelo é tanto rei como melhor amigo do homem, e os 50,000 visitantes anuais tiram grande prazer em ver estes mamíferos de bossas a participar em rodeios e corridas na paisagem do deserto. Não há nem uma réstea de espírito natalício, mas esta celebração tunisina é igualmente festiva!

Procurar voos para Tozeur Reserva hotéis na Tunísia

Castleton, Reino Unido

 Aldeia pequena, muitas árvores de Natal – Castleton, Inglaterra

Aldeia pequena, muitas árvores de Natal – Castleton, Inglaterra

O mês até ao Natal pode ser uma altura de stress, com compras de presentes, limpezas e a preparação de pratos deliciosos. Foge a isso tudo escondendo-te em Castleton, uma encantadora aldeia inglesa, onde entreter as alegrias simples da vida se vai rapidamente tornar-se o teu ritmo natural.

A época das festas começa com o acender das luzes de Natal. Todas as lojas se esmeram para criar decorações mágicas e um ambiente acolhedor tanto para os locais como para as visitas. A maioria prolonga o seu horário de abertura nesta época, e muitas organizam eventos temáticos e concursos, como workshops de artesanato e vários jogos para os mais pequeninos.

Castleton tem quatro grutas que são bem aproveitadas no período do Natal. Na Peak Cavern, os hinos natalícios à luz das velas são já uma tradição de longa data. É convidada uma banda de metais nova para cada concerto, e será acolhido com vinho quente e ‘mince pies’ (empadas de carne picada doces). É fácil deixares-te render ao ritmo descontraído desta aldeia encantadora!

Procurar voos para Manchester Reserva hotéis em Manchester

Quioto, Japão

As cores maravilhosas de Quioto.

As cores maravilhosas de Quioto.

Quioto é o coração do budismo japonês. Por isso, como deves imaginar, o Natal aqui é um pouco diferente. Sem grandes ligações religiosas, os locais celebram a época com uma abundância de decorações cintilantes e algum romance à moda antiga, com os casais a saírem aos milhares na véspera de Natal para frequentar os melhores restaurantes, bares e “love hotels” da cidade.

Depois do ambiente romântico da cidade, a cerimónia “O-minugui Shiki”, no templo Chion-in, no dia 25 de dezembro, é um espetacular tributo musical ao nascimento do amidismo budista. Para acabar o dia em beleza, recomenda-se uma viagem para fora de Quioto para uma caminhada em Arashiyama. Registado como um “Lugar de Beleza Cénica” nacional, andar entre as varas de bambu é como entrar noutro mundo – uma maneira verdadeiramente mágica de passar o dia de Natal!

Procurar voos para Quioto Reserva hotéis em Quioto

Provença, França

Quando aqui estiveres, aproveita para levares um santon contigo.

Quando aqui estiveres, aproveita para levares um santon contigo.

Gastronomia, presépios e decorações de conto-de-fadas… bem-vindo a Provença!

O tempo frio não chega para esfriar o famoso ‘joie de vivre’ francês. As cidades estão carregadas de decorações de rua encantadoras, e os donos das lojas esforçam-se com gosto para adornar as suas montras. Uma vez prontas as decorações, os habitantes locais preparam-se para as feiras de santons, onde são expostas pequenas figuras de barro – ou santons – feitas à mão por artesãos locais. Originalmente, os santons eram usados para montar presépios, mas no século XIX começaram a representar também a vida quotidiana. Vais encontrar santons que retratam várias profissões, como padeiros, padres, pescadores, cantores e talhantes.

A comida, como seria de esperar, é levada bem a sério aqui. O jantar da Véspera de Natal inclui sete pratos ligeiros, em honra das sete dores de Maria. Estes vêm servidos com 13 pães e seguidos de 13 sobremesas, representando Jesus e os 12 apóstolos.

Procurar voos para Marselha Reserva hotéis em Marselha

Honolulu, Havaí

'Mele Kallkimaka', ou Feliz Natal!

‘Mele Kallkimaka’, ou Feliz Natal!

Se o que queres é passar o Natal no paraíso, não há melhor que Honolulu no Havaí. O estado mais soalheiro dos Estados Unidos já celebra o Natal ocidental tradicional desde o século XIX, mas com um toque particularmente havaiano. Hoje, os habitantes da capital havaiana celebram à grande, e espalham a alegria do Natal numa festa que dura todo o mês de dezembro, cheia de fogo de artifício, paradas e músicas natalícias acompanhadas a ukelele.

Deve ser o único lugar do mundo onde o Pai Natal é tão relaxado que aparece no luau vestido com uma canga vermelha, havaianas e uma camisa à flores, transportado numa canoa puxada por golfinhos. A sério…

Procurar voos para Honolulu Reserva hotéis em Honolulu

Tallinn, Estónia

Simpático e encantador: o Mercado de Natal de Tallinn.

Simpático e encantador: o Mercado de Natal de Tallinn.

O centro histórico de Tallinn é digno de postal: igrejas antigas, arquitetura barroca, telhados coloridos e ruas calcetadas. E está tudo tão bem preservado que vais sentir que voltaste no tempo à era medieval. Embora este país báltico fique bastante enregelado no inverno, Tallinn brilha como uma estrela (de Natal) na época das festas.

Tallinn é, alegadamente, o sítio onde foi exposta a primeira árvore de Natal da Europa. Em 1441, a primeira árvore foi erguida na praça da câmara municipal pela Irmandade das Cabeças Negras, uma associação de mercantes solteiros, que cantavam e dançavam à volta da árvore. A celebração local do Natal ainda gira em torno da árvore de Natal, onde todos os anos é organizado um dos melhores mercados de Natal da Europa. Explora as várias bancas que vendem tudo desde chapéus de lã e cerâmica a velas aromáticas e decorações em madeira. Tudo produzido por artesãos locais.

Entre sessões de compras, pára para comer sauerkraut e um copo de vinho quente com especiarias numa das bancas de comida do mercado.

Procurar voos para Tallinn Reserva hotéis em Tallinn

Livingstone, Zâmbia

Imagina-te a apreciar as cataratas de Vitória durante o teu Natal.

Imagina-te a apreciar as cataratas de Vitória durante o teu Natal.

Sendo a Zâmbia um país predominantemente cristão, a cidade Livingstone é sempre alegre na altura das festas, com os habitantes de braços abertos aos hóspedes, convidando a cantar uma canção de Natal, a ver um presépio vivo ou a participar na troca de prendas comunitária.

Mas o melhor presente de Natal é mesmo uma excursão para os arredores da cidade para ver o parque nacional Mosi-oa-Tunya, património mundial da UNESCO. O parque contém uma reserva animal, uma floresta tropical e a impressionante cascata de Victoria, também conhecida como “O Fumo Que Troveja”, que liga a Zâmbia ao vizinho Zimbabué.

É um ponto de orgulho para os autóctones, e a baixa densidade turística da Zâmbia significa que se pode muitas vezes visitar esta selva sem a ter de partilhar com multidões. A cascata de Victoria é conhecida como um dos lugares com arco-íris mais impressionantes, e a paleta caleidoscópica de cores será certamente uma imagem a guardar.

Procurar voos para Livingstone Reserva hotéis em Livingstone

Budapeste, Hungria

Tudo abordo das luzes!

Tudo abordo das luzes!

À procura de um bocado de alegria natalícia (mais para o económica) de última hora? Então a capital húngara tem muito que se lhe diga.

O primeiro de muitos encantos é o obrigatório mercado de Natal na Praça Vörösmarty. Conhecido como o mercado festivo mais barato de toda a Europa, os tradicionais souvenirs turísticos são aqui substituídos por artesanato húngaro – óptimo para uns presentes de Natal de última hora. Mas se as temperaturas geladas e a neve de Dezembro te arrefecerem demais, então podes aquecer com um mergulho nas maiores termas de Budapeste, as Széchenyi.

E depois há os eléctricos reluzentes! Durante todo o mês de Dezembro, as três carreiras centrais de eléctrico são decoradas com luzinhas brilhantes. Olhar pelas janelas destes trenós futuristas é uma ótima maneira de ver a muito subestimada Budapeste a resplandecer durante a noite.

Procurar voos para Budapeste Reserva hotéis em Budapeste

Sydney, Austrália

”Surf's up!”

”Surf’s up!”

No período antes do Natal, Sydney é conhecida por organizar uma série de eventos festivos semelhantes a qualquer capital amante do Natal no hemisfério norte.

Os coros tradicionais anunciam a época no Pitt Street Mall, e o mercado The Very Merry Christmas Rocks Market apresenta de tudo desde presentes artesanais a comida deliciosa. Para um pézinho de dança, goza o maior concerto de Natal gratuito da Austrália, o Woolworths Carols no Domain. Este evento anual concorrido decorre perto do Jardim Botânico Real e promete incluir todos os temas natalícios de que tanto gostamos.

Mas na Austrália não há castanhas a assar nas brasas ou os ventos frios do Inverno. Há, no entanto, gambas a assar no ‘barbie’ (no churrasco) sob o sol de Verão abrasador. Por isso, se não estiveres para apanhar frio este ano, segue para a Bondi Beach. A praia mais animada da Austrália é o lugar perfeito para celebrar o Natal à moda australiana: a surfar as ondas e a fazer churrasco.

Procurar voos para Sydney  Reserva hotéis em Sydney

Nassau, Bahamas

Festa Junkanoo!

Festa Junkanoo!

Se a ideia é escapar da neura pós-natalícia com um pouco de sol escaldante, roupas festivas e o ritmo contagiante dos tambores goombay, ao som dos quais é impossível não dançar, então lança-te ao Junkanoo de Nassau!

Acontece no dia 26 de Dezembro e depois outra vez no dia de Ano Novo, e é o festival de rua mais antigo das Caraíbas, concorrência até para o Mardi Gras de Nova Orleães e o Carnaval do Rio, com fatos espampanantes, brilhantes e francamente loucos.

Nos entretantos da festa e da diversão, o mês de Dezembro é perfeito para quem quer relaxar na praia menos apinhada de Cable Beach ou mergulhar no azul profundo das águas das Bahamas.

Procurar voos para Nassau Reserva hotéis em Nassau

À procura de mais inspiração de viagem? Espreita os melhores mercados de Natal ou as melhores estâncias de ski.