Os segredos escondidos da Turquia… revelados!

Das praias de cortar a respiração de Antalya, à cacofonia cheia de vida do Bazaar em Istambul… até às ruínas gregas cheias de pó do Éfeso, não é surpreendente para ninguém como a Turquia se assume um dos destinos de férias mais populares em todo o Mundo.

Embora milhares de turistas cheguem todos os anos, muitos ficam-se apenas pelos destinos típicos e pelos resorts que primeiro aparecem nos motores de busca.

Em vez de ires para onde toda a gente vai, distancia-te dos magotes de gente e visita os seis sítios menos visitados – mas não menos incríveis! -, da Turquia!

O Vale das Borboletas /Faralya

A maravilhosa reserva natural do Vale das Borboletas.

A praia no Vale das Borboletas.

Se há coisa que a Turquia faz bem… são praias. O Vale das Borboletas(“Kelebekler Vadisi”) não é só a melhor praia do país, é, provavelmente, uma das melhores do mundo!

Localizado perto de uma pseudo-aldeia de Faralya – e a uma curta viagem de barco de Olu Deniz – esta maravilha produzida pela Mãe Natureza tem este nome devido às criaturas exóticas e deslumbrantes que esvoaçam pelo desfiladeiro – visitas com quem certamente não te importarás de partilhar a toalha no areal branco-pérola.

O Vale das Borboletas é calmo, hippie, livre de cartões de crédito e praticamente selvagem. No lugar de restaurantes gourmet e hotéis de sete estrelas, tens pequenos bares self-service, casas de madeira e tendas.

Mas se até isto te soa cosmopolita, podes sempre dormir na praia e acordar de manhã com outros objectivos: trepar penhascos à procura da catarata certa para tomar um duche retemperador!

Bursa

O colorido Ulu Cami e a magnífica Bursa.

A Mesquita Grande de Bursa e as coloridas ruas circundantes.

Se já experimentaste Istambul mas ainda tens alguma sede de metrópoles otomanas, a bem próxima Bursa é a fuga perfeita para um fim-de-semana divertido.

Casa de partida do sector têxtil do país, é aqui que podes encontrar os artigos de luxo mais cobiçados de uma Era: tecidos deslumbrantes que um dia entrelaçaram a Turquia ao opulento Este através da histórica Rota da Seda. Perde-te no mercado com quase seiscentos anos de Koza Han (Hall dos Casulos) e compra produtos de seda únicos!

Termina o dia deitado na relva do pequeno jardim do chá. A ida pode incluir videntes a mergulhar nas borras do teu café para te espreitar o futuro! Prepara-te…

A fama de Bursa não se esgota na sua reconhecida história de ricos mercadores da seda ou nos jardins extravagantes de Ulu Cami, Bursa é o berço do kebab İskender. Não o confundas com o gorduroso döner, o İskender é “O” kebab. É feito com pedaços grossos e suculentos de cordeiro de alta qualidade e servido em pão pita com molho de tomate, iogurte e uma generosa dose de manteiga.

É o original e o melhor. Tens mesmo de ir até Bursa para prová-lo!

A Península de Datça

Os escombros do anfiteatro da Península e a orla costeira praticamente virgem.

A Península de Datça e as relíquias de Knidos.

Se alugar um carro é uma opção na tua viagem à Turquia, então não há melhor sítio para passeares livremente do que esta peninsula da Anatólia.

Quase estrategicamente escondida ao longo da Costa Turquesa, a selvagem, ventosa e devastadoramente bonita peninsula de Datça tem muito para oferecer.

Da praia imaculada de Ovabükü no Sul, às antigas ruínas gregas de Knidos a Oeste, passando pela vila portuária com o mesmo nome no seu centro… É aqui que podes devorar receitas de peixe passadas de geração em geração!

Se ainda estás com um ratinho, a Península de Datça tem milhares de amendoeiras e de oliveiras perto dos caminhos e estradas, o que significa que vais ter sempre qualquer coisa para trincar enquanto viajas!

Amasya

As simpáticas e pitorescas casas de Yalıboyu houses ao longo do rio Yeşilırmak, Amasya.

Amasya à beira-mar.

Se queres que as tuas férias tenham uma pitada de folclore oriental, então esta cidade montanhosa ao longo do city rio Yeşil é o destino para ti!

Diz a lenda que a montanha perto de Ferhat deve o seu nome a um herói chamado Farhad. Farhad tentou ganhar a aprovação do pai da sua amada, a Princesa Shirin, cavando um túnel na montanha para levar água das nascentes até ao palácio…

Vais ter de ir até lá para ouvir o resto da estória. Contudo, pode dizer-se com segurança que estes amantes trágicos dão uma aura de charme e romance à cidade. De facto, é difícil não cair de amores pelas ravinas rochosas, riachos de água verde e serena e casas Yalıboyu.

Os banhos turcos, conhecidos localmente por “hamams”, existem por todo o país, mas os de Amasya são difíceis de bater. Tem atenção ao Hamamı Mustafa Bey, que funde o luxo otomano com uma sauna suiça remodelada!

Kayseri

O centro moderno de Kayseri.

Kayseri.

Com a sua arquitectura inteligente, universidades de topo e habitantes jovens e trendy – mesmo que as origens da cidade remontem a 3000 a.C. – uma visita a Kayseri é como olhar através do buraco de uma fechadura: do outro lado está a Turquia do future!

Longe de ser a experiência turística típica, o forte lado comercial e tecnológico da cidade produz um ritmo e uma atmosfera únicos. Kayseri tem o feeling de uma São Francisco otomana!

Mas nem tudo é sobre o “novo” neste epicentro económico. No meio da Anatólia – e localizada no sopé do vulcão do Monte of Erciyes (não te preocupes, está adormecido) – esta zona é também a casa de um dos mais importantes sítios arqueológicos do Mundo, o Kültepe, ainda por cima, fica a apenas uma hora de carro de Ürgüp e os conhecidos hotéis em cavernas! .

Mardin

Subir ao cume do edifício da escolar de Zinciriye Medresesi school oferece olhares únicos sobre as planícies desérticas de Mardin.

A vista do topo de Zinciriye Medresesi.

Encrustada ao lado da fronteira este da Turquia com a Síria, Mardin é a resposta turca a Jerusalém – uma cidade antiga com casas luminosas de paredes caiadas, paisagens espectaculares e um mosaico de culturas: curdos, cristãos e sírios, vivem juntos de forma harmoniosa.

Passeando pelas ruas empedradas da Cidade Velha, não vais conseguir evitar a sensação de que estás a visitar um museu ao ar livre, sempre na dúvida sobre que outra relíquia poderá estar ao virar da esquina. As ruínas da escola muçulmana, a Zinciriye Medresesi, são apenas um exemplo do que poderás encontrar em Mardin.

E depois…Há os sabores! Um caldeirão de etnias desta natureza tinha de produzir comida seriamente boa – Especialmente para quem adora doces. Não te esqueças de experimentar o “cevizli sucuk” (nozes mergulhadas em melaço de uva). Delicioso!