Santos Populares: o guia para as melhores festas do país

 

Já cheira a sardinha, a bifana e a manjericos. Cheira a Santos Populares! Numa espécie de “fade in” progressivo à medida que se aproximam as datas tão esperadas, nas cabeças dos portugueses começam a soar as canções das Marchas Populares, em Lisboa, ou das inevitáveis marteladas que fazem do São João do Porto uma festa única no mundo inteiro.

E como sabemos que a estas festas ninguém quer faltar, elaborámos um breve guia com os melhores lugares para desfrutar dos Santos Populares em Portugal. Assinala no teu calendário as seguintes datas e prepara-te para sair à rua e dar as boas-vindas ao verão!

Santo António em Lisboa: entre arraiais e marchas populares

Olha a sardinha a sair - a essência dos Santos Populares.

Olha a sardinha a sair – a essência dos Santos Populares.

Se Lisboa normalmente já “cheira bem”, de acordo com a canção de Lisboa popularizada pela fadista Amália Rodrigues, nesta época cheira ainda melhor!

Na noite de 12 de junho, o aroma da sardinha assada invade as ruas da capital e só é contrariado por um odor fresco a manjerico que, entre barraquinha e barraquinha, vai atraindo a atenção dos viandantes para que ponham os olhos nas quadras populares. E é que nesta data, dos Santos em Lisboa, é quase obrigatório oferecer esta “erva dos namorados” à pessoa amada, ou pode que as coisas não corram bem…

Depois de superar a prova do manjerico, provar a sardinha assada e comer o imprescindível caldo verde, nada melhor que mostrar as tuas habilidades de expressão corporal! Mistura-te entre a multidão num dos bailaricos improvisados nas principais praças e largos da cidade, rodeado de balões e fitas coloridas, que fazem com esta festa seja uma verdadeira explosão de luz e cor, ao som da melhor música tradicional portuguesa. Juntamente com as festas de Lisboa, tens as festas de Tires, os Arrais da Alcântara, Graça, Lumiar, Marvila, Alfama, Castelo ou do tradicional bairro da Estrela são alguns dos lugares onde a diversão está garantida durante toda a noite.

Popular no em Lisboa e no Porto, os manjericos são conhecidos como "erva dos namorados".

Popular no em Lisboa e no Porto, os manjericos são conhecidos como “erva dos namorados”.

Mas o Santo António, não são festas em Lisboa só para os noctívagos! E em realidade não se limita aos dias 12 e 13 de junho. A partir do primeiro dia do mês já poderás participar numa série de atividades para todos os gostos, idades e feitios. Há concertos, exposições, teatro e jogos para toda a família. O mais difícil é escolher o que fazer perante um programa tão amplo de eventos em Lisboa!

No entanto, o auge das festas chega, sem dúvida, no dia 12 de junho, quando as marchas populares saem à rua, e o orgulho bairrista também! Neste dia todos os caminhos em Lisboa vão dar à Avenida da Liberdade, para ver desfilar os grupos que representam os principais bairros da capital, com os seus trajes coloridos e alusivos à história da cidade. Uma tradição imperdível para qualquer lisboeta e não só…

Marca voos para Lisboa Reserva hotéis em Lisboa

São João do Porto: diversão infinita de martelo na mão!

Os manjericos também são uma presença obrigatória no dia de São João do Porto. Mas aqui há um adereço adicional que faz toda a diferença no final da noite. Para desfrutar devidamente das Festas de São João no Porto deves sair de casa “armado” com um bom martelo. Um martelo de plástico, devemos precisar!

Escolhe os teus alvos, consegue um martelo de plástico e junta-te à folia.

Escolhe os teus alvos, consegue um martelo de plástico e junta-te à folia.

Aqui a estratégia “militar” é clara: deves proteger ao máximo a cabeça dos ataques inimigos e ser o mais rápido possível no ataque. No final ganha o que mais se diverte nesta guerra improvisada pelas ruas da cidade. E tens asseguradas várias horas de risos e correrias para escapar ao martelo ou ao alho-porro mais insistente!

Também aqui o menu consiste em sardinhas assadas e caldo verde. E não faltam os típicos bailaricos nos bairros mais autênticos da cidade, como Mira Gaia, a Ribeira ou as Fontainhas, que na noite de 23 de junho se vestem a rigor, com os seus trajes mais coloridos, para receber dignamente aos milhares de turistas nacionais e estrangeiros que todos os anos invadem a cidade nesta que é a noite mais longa do ano. Sim, porque no São João do Porto é impossível dormir! E alguém pensava fazê-lo?

A partir de um determinado momento, é inevitável não ir de olhos postos nos céus da cidade, que pouco a pouco se vão enchendo de pequenos pontos luminosos e dourados. E não, não são estrelas! São balões de papel (ou balões de ar quente), que dão um ar ainda mais mágico a esta noite tão especial. Pouco a pouco baixas a guarda e deixas de preocupar-te com as eventuais marteladas que possam chegar. Porque há coisas muito mais belas a acontecer por cima da tua cabeça durante o dia de São João no Porto.

Os fogos de artifício durante o São João do Porto.

Os fogos de artifício durante o São João do Porto.

Aproxima-se a meia noite e a tela escura da noite converte-se num cenário ainda mais mágico e luminoso com os fogos de artifício que se converteram já num dos pontos álgidos dos Santos Populares no Porto. O espetáculo conclui com uma onda sonora de aplausos e orgulhosos assobios. E ainda que por instantes pareça que a festa acaba aqui, em realidade esta é só uma pausa para mudar de localização. Por que a noite ainda é uma menina, ouve-se por aí. Ou não fosse dia de São João!

Marca voos para o Porto Reserva hotéis no Porto

São Pedro: a festa sai às ruas de Sintra e Évora

As ruelas de Sintra decoradas durante as festas de São Pedro.

As ruelas de Sintra decoradas durante as festas de São Pedro.

Celebrado já o Santo António em Lisboa e superada a noite mais longa do ano durante o São João do Porto, eis que chega o momento de celebrar o terceiro dos Santos Populares. Estamos a 29 de junho, e agora todas as atenções são dedicadas a São Pedro, o protetor dos pescadores. Depois de passar pela capital portuguesa e pela cidade invicta, dirigimo-nos agora a Sintra ou a Évora, onde estas festas assumem um protagonismo especial.

Comecemos por Sintra, onde o dia de São Pedro é feriado municipal. À semelhança do que acontece nas festas dos Santos Populares que descrevemos nos parágrafos anteriores, também aqui as ruas habitualmente tão sérias e herméticas – porque assim o impõe a aborrecida rotina do dia-a-dia – dão passo, felizes, às decorações coloridas, aos concertos, arraiais e animações de rua.

Durante estes dias a cidade ganha outra cara e sorri a todos os que a visitam nos dias 28 e 29 de junho. De Rio de Mouro a São Pedro de Penaferrim, de Pero Pinheiro aos Paços do Concelho, em pleno centro da vila, são muitas as atividades programadas um pouco por todo o concelho. E na sua grande maioria são gratuitas!

As ruas de Évora preparam-se para as festas de São Pedro.

As ruas de Évora preparam-se para as festas de São Pedro.

Já em Évora, o dia 29 de junho é também o Dia da Cidade. Mas se pensas que as celebrações se limitam a este dia, estás enganado. Aqui decidiram unir dois Santos Populares numa única festa, o São João e o São Pedro, e encontraram assim a desculpa perfeita para viver quase duas semanas de celebrações!

Se optas por passar aqui os Santos Populares, não percas a famosa Feira de São João de Évora e perde-te de tasquinha em tasquinha para provar a melhor comida regional e desfruta das inúmeras feiras de artesanato, exposições, concertos e todo o tipo de atividades para miúdos e graúdos.

Reserva hotéis em Évora Reserva hotéis em Sintra

E porque não celebrar os Santos Populares na Madeira ou nos Açores?

Sim, esta também pode ser uma excelente opção. Porque nas ilhas também sabem como divertir-se durante os Santos Populares!

Na Madeira há festas dedicadas aos três santos. Mas o que assume maior importância é, sem dúvida, o São João. No Funchal, por exemplo, todos os anos se celebram as famosas festas dos Altares de São João e também aqui as Marchas Populares saem às ruas, levando consigo uma boa dose de animação. Não podes conceber um São João sem saltar uma fogueira na praia ou soltar balões de ar quente? Pois também o poderás fazer em Porto Santo, onde há um importante arraial na noite de 23 de junho.

A igreja de Nossa Senhora do Monte pronta para os Santos Populares insulares.

A igreja de Nossa Senhora do Monte pronta para os Santos Populares insulares.

Já para celebrar o São Pedro são mais recomendáveis as localidades de Câmara de Lobos, onde se celebra a famosa Festa da Espada Preta em homenagem aos pescadores locais, ou a Ribeira Brava, onde também encontrarás a melhor gastronomia madeirense em barraquinhas espalhadas por toda a cidade, e um grande número de concertos e o tradicional “bailinho” que te garantirá uma noite de São Pedro inesquecível.

Preferes passar estes Santos Populares nos Açores? Pois não te faltarão opções. Também aqui estas festas populares são a desculpa perfeita para juntar os amigos ao redor de uma fogueira, para organizar uma sardinhada e para dançar a noite inteira!

Mas convém saber onde dirigir-se em cada momento, para desfrutar ao máximo das festas populares. Se viajas ao arquipélago nas datas do São João, por exemplo, deves saber que as festas Sanjoaninas mais importantes se realizam na Ilha Terceira, no Faial, nas Flores ou em Santa Maria. Já no caso de S. Pedro, é comemorado sobretudo no Pico e em São Miguel.

Mas independentemente de onde decidas passar estes Santos Populares, seja nas ilhas ou no continente, podes ter a certeza que a alegria e a diversão estão assegurados!

Reserva hotéis no Funchal Reserva hotéis em Ponta Delgada

Se achas que os Santos Populares têm muita gente e preferes viajar sozinho e relaxar, então vê as melhores ilhas da Tailândia e os melhores destinos para viajar sozinho. Se queres ficar em Portugal, visita as aldeias históricas do país.