Maravilhas naturais: 15 marcos extraordinários do Património Mundial da UNESCO

A UNESCO é uma agência especializada das Nações Unidas que contribui para a construção da paz, para o desenvolvimento sustentável e para o diálogo intercultural através da educação e da cultura. Esta é também responsável por curar a lista de Património Mundial, um grupo de lugares à volta do mundo de significado cultural ou natural extraordinário para a humanidade. Em suma, os lugares que compõem o nosso Património da Humanidade.

Há actualmente 203 marcos naturais na lista de Património Mundial, cada um ostentando uma mistura de beleza natural excepcional e diversidade biológica e geológica, e mostrando também fases fundamentais da história e um registo de vida. Escolhemos 15 dos marcos naturais mais bonitos da UNESCO, desde florestas tropicais a desertos a sistemas complexos de grutas e vulcões.

Costa de Dorset e East Devon, Reino Unido

 O magnífico arco Durdle Door na Costa Jurássica

Se precisas de uma imagem visual dos romances da Jane Austen, vai até à costa de Dorset e East Devon – também conhecida como a Costa Jurássica. A margem interminável consiste em formações rochosas distintivas tais como falésias de lamito vermelho, praias repletas de fósseis de dinossauros, baías tranquilas, prados verdejantes e aldeias românticas.

Um dos marcos naturais mais reconhecíveis é o arco de pedra calcária de Durdle Door. Enquanto a maioria das camadas de pedra calcária são horizontais, a Durdle Door ergue-se quase verticalmente do mar, fazendo dela uma maravilha geológica.

Queres um souvenir único? Vai à caça de fósseis em Charmouth Beach e leva para casa o teu próprio pedacinho de história natural.

Procurar voos para Bournemouth

Arquipélago de Revillagigedo, México

 A ilha vulcânica de San Benedicto é uma das quatro ilhas que formam o Arquipélago de Revillagigedo

O Arquipélago de Revillagigedo, um grupo de quatro ilhas vulcânicas no Oceano Pacífico, entrou na lista de Património da Humanidade UNESCO em 2016.

Situadas a oeste do México, as quatro ilhas não mostravam sinais de ocupação humana antes de serem descobertas por exploradores espanhóis no século XVI. Por vezes chamadas de ‘as pequenas Galápagos’ do México, as ilhas são conhecidas pelo seu ecossistema único que atrái cientistas exploradores do mundo inteiro.

Embora não haja infraestrutura pensada para turistas, os viajantes curiosos viajam até aqui de barco com visitas organizadas para descobrir a flora, fauna e topografia diversa das ilhas. Os mares à volta das ilhas são populares com os mergulhadores, que podem interagir com raias gigantes, tubarões e golfinhos.

Procurar voos para San Jose Cabo

Trópicos Húmidos de Queensland, Austrália

 Passear de caiaque pelos Trópicos Húmidos de Queensland é uma das formas de explorar a floresta tropical expansiva

Embora ocupem apenas 1% do território australiano, os Trópicos Húmidos de Queensland, com o seu terreno acidentado, ravinas profundas, rios e cascatas estrondosas, são uma das florestas tropicais mais espectaculares que por aí há.

Estendendo-se ao longo da costa nordeste da Austrália, a floresta tropical contém numerosas plantas e espécies animais raras e representa um registo quase completo da evolução da vida vegetal na Terra. Caminha pelos Trópicos Húmidos e observa 90 tipos de orquídeas diferentes, ouve os sons dos pássaros que só se encontram aqui, tais como o papagaio rei australiano verde e vermelho, e nada numa das muitas piscinas naturais.

Ler mais: As melhores praias australianas

Procurar voos para Cairns

Santuários do Panda Gigante em Sichuan, China

 O panda gigante, um dos animais mais amados à volta do mundo

Nas profundezas da província Sichuan no sudoeste da China, rodeado de parques expansivos e montanhas cobertas de neve, encontras um dos residentes talvez mais famosos e adorados da China, o amoroso urso panda. Até recentemente, a WWF tinha definido a espécie como em vias de perigo, mas devido aos esforços de conservação o estatuto foi alterado para vulnerável. Embora isto seja razão suficiente para celebrar, ainda existem espécies dependentes dos esforços de conservação devido à perda de habitat e caça furtiva.

Raramente se vêem no meio selvagem, mas na Reserva Natural Nacional de Wolong, um dos mais importantes centros de reprodução do país, poderás conhecer 150. Podes ver pandas em todas as fases das suas vidas, desde crias do tamanho de ratinhos e pandas adultos que passam a maioria do seu tempo a dormir e a comer bambu.

Procurar voos para Chengdu

Grutas de Aggtelek Karst e Slovak Karst, Hungria/Eslováquia

 Explora o mundo subterrâneo do complexo de grutas de Baradla-Domica

Ao longo da fronteira entre a Hungria e Eslováquia, as 712 grutas de Aggtelek Karst e Slovak Karst formam o maior sistema de grutas da Europa Central. As grutas são extraordinárias devido à diversidade das suas estruturas e habitats, e têm sido moldadas ao longo de dezenas de milhões de anos.

Entre os mais importantes é o complexo de grutas de Baradla-Domica, que se estende por 25 quilómetros ao longo de ambos os países. Este universo subterrâneo inclui, entre muitas outras maravilhas, uma redoma com uma acústica incrível, onde as visitas podem desfrutar de momentos alegres de música clássica.

Também digna de menção é a Gruta de Gelo de Dobšinská, uma gruta repleta de formações de gelo impressionantes, tais como cascatas de gelo, estalagmites de gelo e glaciares.

Ler mais: Cidades subterrâneas incríveis

Procurar voos para Budapeste

Floresta de Białowieża, Polónia/Bielorrússia

 Tranquila e serena: a Floresta primordial de Białowieża é um oásis de paz

Os bosques virgens da Floresta de Białowieża, que se estendem ao longo da Bielorrússia e Polónia, estão entre as últimas florestas primordiais sobreviventes. Grandes porções da floresta permanecem intocadas à séculos, e têm hoje em dia uma grande diversidade de fauna e flora, misturando vegetação nova e antiga. Carvalhos anciães aumentam anualmente em diâmetro, e alguns têm até nomes individuais, tal como o Grande Mamamuszi de 34 metros de altura e Rei de Nieznanowo moribundo. Sempre viva com os uivos de lobos, assobios de corujas, gritos de alces e rugidos de veados, Białowieża de 8.000 anos tem cerca de 900 bisões europeus – 25% da população mundial. Se te perguntas a que é que saberá a floresta, experimenta a famosa vodka Żubrówka que contém um rebento de relva de bisão nascido aqui mesmo.

Procurar voos para Varsóvia

Deserto Lut, Irão

 O Deserto Lut fica bem alto na lista dos países mais quentes do planeta

Outra novidade na lista de Património da Humanidade da UNESCO, o Deserto Lut no sudeste do Irão é um dos lugares mais quentes e mais secos do mundo. Rondando os 70ºC, foi aqui que se deu a temperatura de terra mais alta alguma vez registada. Os desertos também podem mostrar diversidade – não é só areia escaldante – e Lut é o mostruário perfeito. Enquanto a parte oriental do deserto está coberta de planícies de sal brilhando brancas sob o sol, o centro está decorado com cristas paralelas e sulcos esculpidos pelo vento. Finalmente, a zona sudeste é uma área expansiva de ondas e dunas de areia.

Procurar voos para Kerman

Monte Etna, Itália

 Os resquícios de erupções vulcânicas no Monte Etna

O maior vulcão activo na Europa, o Monte Etna é uma presença colossal na costa leste da Sicília. Há cerca 200 erupções documentadas que datam desde 1500 A.C. Caminhando à volta da zona do vulcão, vais reparar nas marcas assombrosas deixadas pela lava ao longo do tempo: desde fluxos recentes que queimaram tudo à sua volta a formações rochosas de erupções antigas, agora cobertas em florestas de pinheiros e bétulas. A melhor altura para visitar é durante as erupções que produzem lava, mas não te preocupes, vais gozar o espectáculo longe o suficiente das crateras, onde é seguro e a vista é inesquecível. As erupções, embora regulares, são imprevisíveis, por isso terá de ser algo flexível.

Procurar voos para Catânia

Geirangerfjord e Nærøyfjord, Noruega

 Ao visitar o Nærøyfjord, vêm à cabeça palavras como surreal e mágico

Os fiordes da Noruega ocidental são considerados alguns dos lugares mais únicos do planeta, e uma vez que lá estejas, a sua beleza surreal fará com que ponhas em causa a tua visão.

A nordeste de Bergen, Geirangerfjord e Nærøyfjord, a 120 km um do outro, estão entre os fiordes mais compridos e profundos do mundo. Imagina: uma paisagem íngreme onde penhascos de meio quilómetro de altura caem directamente sobre o mar, cascatas mergulham de alturas inacreditáveis e a água reflecte tons de azul e esmeralda.

Faz um passeio de barco ou ferry pelos seus corredores estreitos e deixa que este quadro de água, rocha e verde te sossegue as mágoas. Isto sim é terapia!

Procurar voos para Bergen

Parque Nacional Yosemite, EUA

 Um dos gigantes do Yosemite: o monumental El Capitan

Sequoias anciãs, monólitos de granito, florestas densas, vales profundos, cascatas estrondosas – bem-vindo ao extraordinário Parque Nacional Yosemite! Para além da diversidade geológica e biológica, o Yosemite é também habitado por humanos há cerca de 10.000 anos. Há no parque nacional traços de nativos indígenas, que se intitulavam de Ahwahneechee. No Vale do Yosemite podes visitar uma aldeia reconstruída, completa com celeiros de bolota, casas cerimoniais e a casa do chefe. Quer escolhas abraçar uma sequoia de 2.000 anos de idade, subir o Half Dome, ou fazer um piquenique no Prado El Capitan, todo o Yosemite é uma inspiração.

Procurar voos para Fresno

Delta do Danúbio, Roménia

 Os pelicanos brancos chamam casa ao Delta do Danúbio

O segundo maior rio da Europa, o Danúbio flui por 10 países antes de escoar no Mar Negro, formando um delta de pântanos, bancos de juncos, corredores de água intermináveis cobertos de nenúfares e margens ladeadas de salgueiros e choupos.

Um dos deltas mais diversos e intactos do mundo, o Delta do Danúbio é um paraíso para os amantes da natureza e os observadores de aves. Vivem aqui mais de 300 espécies de pássaros – reinando sobre todos o pelicano branco.

Faz um passeio de barco pelos rios sossegados e tenta vislumbrar o maior número de aves possível. Acaba a tua viagem com uma visita às aldeias circundantes pouco povoadas que ainda mantêm um elemento tradicional: pequenas casas coloridas, telheiros e cabanas de pescadores simples.

Ler mais: Livros para inspirar o teu desejo de viajar

Procurar voos para Constanta

Lago Baikal, Rússia

 Uma visão deslumbrante: O Lago Baikal é o maior corpo de água doce do mundo

O derradeiro lago, o Lago Baikal fica situado nas profundezas da periferia siberiana, e é o lago mais antigo, o mais profundo e o maior do mundo em termos de volume.

Com a forma de uma banana, o lago tem água azul cristalina onde vivem as únicas focas de água doce – as nerpas. A forma como elas vieram aqui parar é um certo mistério: a teoria mais aceite propõe que as nerpas descendem da foca-anelada e estão aqui isoladas há meio milhão de anos.

O Verão e o Inverno revelam dois lados muitos diferentes do lago e das suas redondezas. Enquanto os meses de Verão permitem actividades como trekking, escalada, campismo e pesca, o lago congela completamente durante os meses de Inverno, criando uma camada frossa de gelo.

Ler mais: Piscinas naturais à volta do mundo

Procurar voos para Ulan-Ude

Mistaken Point, Canadá

 Fósseis a dar com pau: Mistaken Point tem alguns dos fósseis mais antigos do mundo

Acrescentado recentemente à lista de Património Mundial da UNESCO, Mistaken Point, na ponta sul de Newfoundland, é conhecido pelos seus numerosos fósseis extremamente bem preservados. Visto que ficaram cobertos de camadas de cinza vulcânica, foi possível estimar a sua idade – e com cerca de 565 milhões de anos, estes fósseis são os mais antigos e raros deste tipo.

O nome deste lugar deve-se ao facto de marinheiros, especialmente com nevoeiro, o confundirem com o Cape Race vizinho. Eles viravam para norte à espera de chegar ao Porto de Cape Race e acabam antes a chocar contra as rochas.

Desde que se tornou um marco UNESCO, as visitas são possíveis apenas através de uma visita guiada, por isso certifica-te que marcas com antecedência.

Procurar voos para St. John’s

Ha Long Bay, Vietname

 Beleza de outro mundo na Baía Há Long do Vietname

Reza a lenda que um grande dragão de montanha desceu sobre o mar, esculpindo os enormes pilares de pedra calcária e as minúsculas ilhotas que compõem a Baía Ha Long. Situada no Golfo de Tonkin, a Baía Ha Long está entre os mais famosos pontos turísticos do Vietname – não é de admirar, já que as suas 1.600 ilhas e ilhéus formam uma paisagem marinha mística que deixa boquiaberto até o visitante mais céptico. Devido às condições duras, a maioria destas ilhas é completamente desabitada e, portanto, intocada por seres humanos. A época alta de turismo é entre Maio e Agosto, mas se visitares entre Janeiro e Março o nevoeiro acrescenta uma camada de beleza assombrosa ao cenário.

Procurar voos para Hanói

Costa Alta/Arquipélago Kvarken, Suécia/Finlândia

 Pôr-do-sol sobre a Costa Alta da Suécia

Embora situados em lados opostos do Golfo de Bótnia, a Costa Alta (Suécia) e o Arquipélago Kvarken (Finlândia) surgem juntos na lista UNESCO devido aos processos geológicos semelhantes que os formaram. É difícil de imaginar que zonas repletas de esforços humanos – agricultura, pesca, turismo – estiveram em tempos cobertas de uma massa interminável de gelo que derreteu ao longo de milhares de anos, permitindo que a terra subisse. Não há nenhuma outra parte do mundo onde a massa terrestre tenha subido tanto como aqui – 283 metros acima do nível do mar – e continua a subir um bocadinho todos os anos. As numerosas colinas, campos, lagos, grutas e baías fazem testemunho a este processo extraordinário.

Procurar voos para Umeå

Queres mais? Espreita os melhores locais históricos do mundo ou visita estes lugares com os nasceres do sol mais bonitos . Para mais inspiração de viagem, novidades e sugestões, visita a página de ideias para viagens da momondo.