O que fazer em Amesterdão de borla!

Quando os preços de Amesterdão andam de mãos dadas com a sua popularidade, enfrentar esta cidade construída sobre estacas de madeira corre o perigo de fazer com que a tua carteira fique tão enviesada como os edifícios icónicos que te rodeiam. Para aqueles que trabalham com um orçamento mais modesto, compilámos uma lista das melhores dicas para o que visitar em Amesterdão de borla!

Vai ao cinema sob as estrelas sem pagar nada no Pluk de Nacht

Hora ‘H’ no Pluk de Nacht. © <a title=

Martin de Witte” height=”450″> Hora ‘H’ no Pluk de Nacht. © Martin de Witte

Amesterdão tem bastantes festivais gratuitos – que acontecem maioritariamente entre o início da primavera e o princípio do outono – por isso é difícil escolher só um. Talvez o mais encantador de todos seja o Pluk de Nacht Open Air film festival, que ocorre todos os meses de agosto nas margens do lago IJ.

Apesar da sua crescente popularidade, o festival tem conseguido manter, com graça, uma atmosfera íntima e leve, já constando da lista de o que visitar em Amesterdão sem pagar bilhete. Um cesto de piquenique bastará para te fazer sentir como num restaurante de cinco estrelas, enquanto vês filmes independentes no grande ecrã – ao ar livre – pela primeira vez. Os verões holandeses não são dos mais quentes, por isso vem armado com uma mantinha, para além das pipocas.

Nos dias de primavera antes do Dia do Rei, o menos conhecido ‘Aprilfeesten’, uma feira de música e comida local, que dura uma semana, chega ao descontraído e acolhedor Nieuwmarkt.

Mas, caso se estás a viajar no inverno, não te preocupes que há muito para te entreter e visitar em Amesterdão sem teres de pagar um tostão – o Amsterdam Light Festival incendeia os canais gelados com reluzentes instalações de arte durante todo o mês de dezembro.

Caminhar, ‘piquenicar’ e nadar no Amsterdamse Bos

Um caminho bucólico no Amsterdamse Bos. © <a title=

StanTheCaddy” height=”450″> Um caminho bucólico no Amsterdamse Bos. © StanTheCaddy

A ‘Floresta de Amesterdão’ é mais que um parque – é um enorme e exuberante parque de diversões nos arredores da cidade. Usa as tuas perninhas como forma de transporte: deixa-te guiar até aos lagos de água doce, um clube de remo e uma quinta de cabras, mas sempre atento às instalações artísticas inspiradas em cenas campestres que estão espalhadas ao longo dos caminhos.

Se a floresta é demasiado longe para o teu gosto, mas mesmo assim queres ter o que fazer em Amesterdão, não te preocupes. Fazer um churrasco no tranquilo Flevopark ou apanhar banhos de sol perto do auditório ao ar livre de Vondelpark – o verdadeiro enclave hippie de Amesterdão – oferece uma sensação de jardim secreto similar à floresta, mas mais perto do centro da cidade.

Faz uma visita guiada a pé pela cidade

O canal de Oudezijds Voorburgwal canal é o mais antigo da cidade © <a title=

Bert Kaufmann” height=”450″> O canal de Oudezijds Voorburgwal canal é o mais antigo da cidade © Bert Kaufmann

Podes descarregar a app do guia da cidade de Amesterdão no teu telemóvel e fazer a leitura completa da cidade, mas um contador de histórias em carne e osso pode fazer toda a diferença quando queres saber o que visitar em Amesterdão. Empresas de ‘walking tours’, como a Sandeman’s New Amsterdam, oferecem passeios grátis e altamente instrutivos todos os dias da semana, 365 dias por ano.

Os experientes guias da Sandeman’s vão-te levar por ruas estreitas, pátios interiores escondidos e através dos diferentes bairros culturais, enchendo a tua cabeça de factos e curiosidades. Se chegares cedo, podes evitar a taxa de reserva de 3 euros cobrada online.

Goza um espectáculo gratuito à hora de almoço

O exterior do Concertgebouw. © <a title=

Bogdan Migulski” height=”450″> O exterior do Concertgebouw. © Bogdan Migulski

Assistir a um concerto de música clássica no Concertgebouw vai certamente custar-te uma nota preta, mas existem também sessões brilhantes de 30 minutos, completamente grátis, todas as quartas-feiras às 12h30, de setembro a junho.

A acompanhar a acústica reconhecida mundialmente, esta borla vem embrulhada num dos mais acarinhados exemplos de arquitetura neoclássica da cidade.

O National Opera and Ballet oferece espetáculos similares à hora do almoço às terças-feiras à tarde, de setembro a maio, logo terás sempre o que ver em Amesterdão durante todo o inverno.

Apanha ar fresco no ferry

Navega até ao EYE Film Museum. © <a title=

rick ligthelm” height=”450″> Navega até ao EYE Film Museum. © rick ligthelm

A Veneza dos Países Baixos não pode ser experimentada por inteiro sem meter um pezinho na água. Não será difícil encontrar um holandês suficientemente simpático para te receber a bordo num dia de sol, mas, caso os teus encantos caiam em saco roto, os ferries gratuitos atracados atrás da Central Station são um bom plano B quando estiveres a visitar Amesterdão.

O ferry de Buikslotermeer ferry dirige-se ao EYE Film Museum (que tem uma exposição permanente gratuita) e depois aos jardins grátis do Tolhuistuin.

Se a viagem curta não saciar a tua sede de velejar, apanha o ferry da NDSM para o liberalizante e ventoso percurso de 15 minutos até ao cais da NDSM, que é hoje em dia, um antigo estaleiro naval. Agora, é terreno industrial fértil para artistas e empresas de comunicação social, e um sítio perfeito para tirar as medidas à cidade de um ângulo diferente.

Mistura-te no mercado

Produtos da terra no Noordermarkt. © <a title=

Kotomi Yamamura” height=”450″> Produtos da terra no Noordermarkt. © Kotomi Yamamura

Uma ótima forma de observar a vida local em ação sem ter de gastar um euro, é visitar em Amesterdão, um dos muitos mercados que por lá existem.

Os suspeitos do costume são a popular feira da ladra de Waterlooplein, o famoso Mercado das Flores, e o multicultural Dappermarkt, mas o the Noordermarkt é de longe o que tem melhor ambiente.

Localizado no meio da zona histórica de Jordaan e rodeado de minúsculas ruas laterais, canais tranquilos e árvores milenares, este favorito dos ‘foodies’ e amantes do vintage aproveita o melhor do seu cenário romântico. Aqui, são oferecidos produtos orgânicos locais aos sábados e montes de roupa em segunda mão às segundas, e é o lugar ideal para agarrar num banco e observar as pessoas de Amesterdão a esquecer as suas neuras matinais.

Explora os arquivos da cidade

O interior dos arquivos da cidade de Amesterdão. © <a title=

Effervescing Elephant” height=”450″> O interior dos arquivos da cidade de Amesterdão. © Effervescing Elephant

Amesterdão pode ser uma das capitais com mais museus por metro quadrado no mundo, mas o Stadsarchief (os arquivos da cidade), hospedado num imponente edifício de tijolo no Vijzelstraat, é a melhor hipótese que terás de encontrar um “museu” gratuito.

Desde fotografias antigas a correspondência privada, a mapas e artefactos obscuros, dá um mergulho na história através desta coleção permanente de símbolos do passado da cidade.

Respira a cidade a partir da cobertura do NEMO

A rampa que chega à cobertura do NEMO. © <a title=

Miradortigre” height=”450″> A rampa que chega à cobertura do NEMO. © Miradortigre

Com uma escassez de arranha-céus e prédios em altura, qualquer ponto alto de Amesterdão vai dar-te uma vista panorâmica dos pitorescos telhados da cidade – mas a maioria das torres de igrejas cobram um valor substancial pelo acesso.

Através do terraço na cobertura do Centro de Ciência NEMO, nas águas do Oosterdok, olhar para as docas dos museus, a Central Station e os famosos navios VOC de Amesterdão num dia de sol não tem preço e com certeza, fará parte das tuas recomendações de o que visitar em Amesterdão aos teus amigos e familiares.

Faz a festa no Pacific Parc

Sair à noite no Pacific Parc. © <a title=

Keees” height=”450″> Sair à noite no Pacific Parc. © Keees

Apesar de repleta de ótimos bares e discotecas, a maioria das festas dentro e à roda da cidade cobram consumo mínimo.

As festas gratuitas do Pacific Parc, todas as quintas e sábados, são uma exceção enérgica. Os bartenders são tatuados e com bom aspeto, os DJs restringem-se aos clássicos do rock e do soul – uma pausa na incansável cena house de Amesterdão – e a pista de dança é livre de preconceitos. Por isso, quando estiveres a visitar Amesterdão e quiseres dar um pézinho de dança, já sabes onde ir.

Encontrar o que visitar em Amesterdão de borla, pode não ser tarefa fácil e nós estamos cientes disso. Por isso, vê aqui as ruas imperdíveis desta cidade e caso queiras ir um dia comer fora, vê os restaurantes ao ar livre que escolhemos para ti

Voos baratos para Amesterdão
Hotéis em Amesterdão

Relacionado
Os melhores restaurantes em Amesterdão ao ar livre
— 7 mins de leitura

Os melhores restaurantes em Amesterdão ao ar livre