O que ver em Istambul: a cidade sobre dois continentes

*Conteúdo patrocinado. Esta viagem a Istambul foi facilitada pela Atlas Global.

Então o que ver em Istambul? Posicionada sobre o Estreito de Bósforo que divide a Europa e a Ásia, Istambul é um conto de duas cidades. Do lado europeu desta metrópole pulsante ficam alguns dos marcos mais icónicos da cidade, como a Mesquita Azul e a Hagia Sophia – características salientes que dão a esta parte de Istambul uma grande parte da sua fama internacional. Visita o lado asiático e as coisas são mais descontraídas. Cafés locais e uma data de pequenos negócios dão a esta parte da cidade um ambiente vintage e caseiro, quando comparado à natureza mais descarada da sua contraparte europeia. No nosso guia para esta cidade colossal e diversa, exploramos ambas as partes de Istambul, visitando os marcos mais conhecidos, bem como alguns menos conhecidos.

Marca voos para Istambul
Reserva hotel em Istambul

O que ver na parte europeia de Istambul

Os marcos mais icónicos da parte europeia de Istambul ficam situados perto uns dos outros e podem facilmente ser visitados ao longo de um dia se mergulhares nos pormenores. No entanto, se o teu tempo for escasso, consegues perfeitamente passar pelos monumentos principais da zona de Sultanahmet em meio dia ou menos.

Aprimora o teu conhecimento de história mundial em Sultanahmet

O que ver em Istambul? Ver a aura arrojada da Mesquita Azul – aventura-te pelo interior para veres arquitetura imensamente detalhada

O que ver em Istambul? Ver a aura arrojada da Mesquita Azul – aventura-te pelo interior para veres arquitetura imensamente detalhada © mutuk5

O bairro de Sultanahmet no distrito de Fatih alberga a Mesquita Azul, a Hagia Sofia e o opulento Palácio Topkapi, que estão todos ligados por jardins expansivos e verdejantes. Começa na icónica Mesquita Azul (assim chamada graças aos azulejos azuis feitos à mão no seu interior).

Esperam-te 200 vitrais, mais de 20.000 azulejos e centenas de metros quadrados de tapete vermelho bordado com símbolos arcanos como túlipas, no interior sumptuosamente decorado da mesquita.

Fica à coca dos ovos de avestruz colocado nos lustres do telhado – um método antigo repelente de aranhas que, desde há centenas de anos, impede os aracnídeos de se instalarem na mesquita (segundo consta). Enquanto digeres as impressões vívidas da Mesquita Azul, dirige-te para o único edifício rival nas imediações – a Hagia Sophia, que encontras a menos de 10 minutos de distância a pé.

 Em tempos uma igreja, depois uma mesquita, e agora um museu – a Hagia Sofia é um monumento religioso único

Em tempos uma igreja, depois uma mesquita, e agora um museu – a Hagia Sofia é um monumento religioso único

A Hagia Sophia começou como igreja por volta de 360 d.C., altura em que era conhecida como a Magna Ecclesia (A Grande Igreja), antes de ser saqueada em 1453 pelas forças otomanas que depuseram Constantinopla (agora Istambul). O sultão do Império Otomano, Mehmet II, acabou com a pilhagem e converteu a igreja numa mesquita, estatuto que reteve até 1934.

Enquanto estiveres de visita a este museu rústico ancião, fica de olho no choque de afiliações religiosas que deixaram a sua marca na arquitetura, desde cruzes dessacralizadas a instalações pagãs como a coluna do desejo: um pequeno buraco onde podes enfiar a tua mão e rodar a palma 360 graus para pedir um desejo.

Completa a tua vista a estes icónicos mastodontes de Sultanahmet com uma passagem pelo palácio Topkapi, que era a residência imperial dos sultões otomanos durante quase 400 anos. Grande parte do complexo continua fechada ao público, mas podes ir ver o Harém; um espaço doméstico reservado às esposas, concubinas e criadas femininas. Se as paredes falassem…

Perde-te num bazar

 Perde-te entre a bugiganga e os gadgets do Grande Bazar

Perde-te entre a bugiganga e os gadgets do Grande Bazar

Estica as pernas e aventura-te até no Grande Bazar que encontras a 1.5 kilometro do Palácio Topkapi, ainda no distrito Fatih. Situado dentro da cidade muralhada, este é um dos mercados cobertos mais antigos do mundo, estendendo-se ao longo de 61 ruas cobertas e albergando mais de 4000 lojas.

O que não falta é bugiganga. Encontras todo o tipo de especiarias, lanternas e outros bens, todos dispostos pelas 61 ruelas. Respira fundo e prepara-te para regatear enquanto deambulas por estas passagens anciãs.

Deixares-te perder faz parte. Olha para cima e admira os tetos de decoração elaborada ao longo das ruas e ruelas. Se preferires um mercado menos complexo, segue para o Bazar Egípcio no bairro de Eminönü, onde te espera uma panóplia de aromas (embora num ambiente mais apertado). Atravessa a Ponte Galata no início do bazar Egípcio e põe-te à conversa com um dos muitos pescadores locais que aqui lançam as suas linhas para a água.

Explora a área à volta da Praça Taksim

O que ver em Istambul? Andar no elétrico de Istambul que atravessa as ruas de Taksim

O que ver em Istambul? Andar no elétrico de Istambul que atravessa as ruas de Taksim

Atravessa a Ponte Galata e segue um par de quilómetros em frente até chegares à Praça Taksim e a zona circundante, no coração latejante de Istambul. Aqui encontras muitos restaurantes e cafés, a segunda mais antiga linha de metro do mundo e a İstiklal Caddesi (Avenida da Independência), uma longa rua pedestre em atividade constante.

O que ver na parte asiática de Istambul

A parte asiática de Istambul é menos imponente que a sua contraparte europeia e pode ser visitada ao longo de um dia relaxado. Não são tanto os marcos que a definem como o seu ambiente caseiro e acolhedor, acentuado em grande medida pela natureza amigável das pessoas nesta parte da cidade.

Volta atrás no tempo das Ilhas Príncipe

Diz adeus aos veículos motorizados – o cavalo continua a ser o principal modo de transporte nestas ilhas rústicas no Mar de Mármara

Diz adeus aos veículos motorizados – o cavalo continua a ser o principal modo de transporte nestas ilhas rústicas no Mar de Mármara

Da abundância de coisas com o que ver em Istambul, uma visita às Ilhas Príncipe está sem dúvida no topo da lista.

As Ilhas Príncipe são um arquipélago cénico no Mar de Mármara que preserva os seus costumes anciãos, em contraste com o resto de Istambul. Aqui não encontras autoestradas de várias faixas, o cavalo reina ainda como o único modo de transporte.

As passagens de ferry para estas partes pacíficas saem de Bostancı, Kartal e Maltepe do lado asiático, e de Kabataş do lado europeu da cidade e fazem o trajeto o ano inteiro. Os meses de verão são sem dúvida os melhores para explorar as ilhas.

Vagueia pelas ruas de Kadıköy

 Passa pelo icónico Terminal Haydarpaşa, uma das estações mais simbólicas do Médio Oriente

Passa pelo icónico Terminal Haydarpaşa, uma das estações mais simbólicas do Médio Oriente

A zona de Kadıköy é o antídoto perfeito aos monumentos mais visitados da parte europeia de Istambul. Vistas do mar hipnotizantes à beira da água e uma grande variedade de restaurantes, cafés e pequenos mercados, dão a Kadıköy uma atmosfera calorosa e convidativa que é acentuada pela cultura acolhedora da gente que frequenta a zona.

Senta-te num dos muitos estabelecimentos, pede um café turco e absorve tudo o que se passa em teu redor. Enquanto lá estiveres, passa pelo Terminal Haydarpaşa, onde os serviços estão atualmente suspensos indefinidamente, para um vislumbre de um ícone histórico do Oriente. Se tiveres vontade de fazer umas compras locais, junta-te ao resto no Mercado Marmara Balık, onde o peixe fresco suculento atrai sempre a clientela.

Prova o iogurte tradicional em Kanlıca

Desfruta de um iogurte enquanto relaxas e absorves a serenidade deste cantinho sossegado de Istambul

Desfruta de um iogurte enquanto relaxas e absorves a serenidade deste cantinho sossegado de Istambul @hakanozerdem

Kanlıca é sede de numerosos cafés à beira da água que servem um iogurte cremoso polvilhados com doses generosas de açúcar. Para além dos deliciosos produtos lácteos, goza a serenidade deste cantinho sossegado da Istambul asiática e passa pelo cemitério de Kanlıca na colina que olha sobre o Estreito de Bósforo, para umas vistas fantásticas.

Faz um passeio de barco pelo Estreito de Bósforo

 A Ásia de um lado, a Europa do outro – navega nas águas do Estreito de Bósforo

A Ásia de um lado, a Europa do outro – navega nas águas do Estreito de Bósforo

Qualquer viagem ao epicentro cultural e económico da Turquia ficaria incompleta sem um passeio de barco pelo Estreito de Bósforo. Esta via navegável natural no ápice da Europa continental e da Ásia faz a ligação entre o Mar Negro e o Mar de Mármara e para além disso, os Mares Egeu e Mediterrâneo.

O que não vão faltar são opções no que toca a subir abordo das muitas embarcações que vivem no estreito. Os Şehir Hatları Ferryboats servem uma rede extensiva de percursos à volta da cidade, dando-te bastante flexibilidade pelo preço muito razoável de 4 TRY. Alternativamente, podes esbanjar numa volta de duas horas num iate privado.

Admira a pitoresca e peculiarmente situada, Torre de Leandro enquanto navegas pelo Estreito de Bósforo

Admira a pitoresca e peculiarmente situada, Torre de Leandro enquanto navegas pelo Estreito de Bósforo

Observa a arquitetura luxuosa na margem asiática do Bósforo e admira a Torre de Leandro se por acaso passares pela entrada sul do estreito. Esta pequena torre notável já foi um farol, um posto de quarentena e, mais recentemente, um restaurante.

O que comer em Istambul

Restaurante Hamdi – Eminönü

O restaurante Hamdi serve os melhores kebabs da cidade, com nada menos que 17 variedades diferentes, para além de meze (entradas típicas turcas) de fazer crescer água na boca. Aproveita a vista da Ponte Galata e do Chifre de Ouro (Haliç) – o estuário que junta o Estreito de Bósforo ao Mar de Mármara.

Krependeki İmroz – Nevizade, Taksim

 O Krependeki İmroz fica no coração de Nevizade, uma rua cheia de ótimos lugares para comer

O Krependeki İmroz fica no coração de Nevizade, uma rua cheia de ótimos lugares para comer @mutuk5

O Krependeki İmroz é um de vários restaurantes aconchegantes na concorrida rua de Nevizade em Taksim. Esperam-te meze e marisco deliciosos. Para acompanhar, toma um shot (ou quatro) de Raki, um aperitivo com sabor a anis, também conhecido como leite de leão ou leite dos corajosos.

Marca voos para Istambul
Reserva um hotel em Istambul

Soube-te a pouco? Nós sabemos. Por isso, deixamos-te agora os menos visitados e mais intocados destinos de férias na Turquia e aproveitamos, para mostrar-te o que fazer em Istambul de borla! 
*Conteúdo patrocinado. Esta viagem a Istambul foi facilitada pela Atlas Global.