As 10 melhores estâncias de ski para amantes de adrenalina

Não há nada mais viciante que o sabor da adrenalina – e ninguém sabe isso melhor que os esquiadores. Enquanto alguns praticantes de ski preferem a segurança de uma pista verde bem arranjadinha, outros querem arriscar os seus corpos – e mesmo as suas vidas – para conquistar as pistas mais íngremes e o terreno for de pista mais desafiante do mundo. Aqui mostramos-te os melhores lugares no planeta para ires satisfazer a tua sede de adrenalina.

1. Chamonix, França

Chamonix, França

No topo do Mont Blanc, a montanha mais alta da Europa

Chamonix é conhecida como a “capital do desporto fatal do mundo” – todos os dias vês praticantes de escalada no gelo, paraquedismo e esqui extremo a desafiar a morte ao lado da montanha mais alta da Europa, o Mont Blanc, que se ergue imponentemente sobre a estância. Mas esta é uma montanha que tem um bocadinho de tudo: é uma das estâncias mais altas na Europa por isso a neve aqui é mais regular que na maioria das outras estâncias e há mais de 170 quilómetros de pista por isso os esquiadores podem ganhar confiança lentamente antes de enfrentarem algum do terreno fora de pista mais infame do mundo – por vezes a meros metros das cadeirinhas. Há aqui mais guias de ski que em mais parte alguma do mundo, prontos para te ajudar a navegar o fora de pista. É também onde encontras o après ski mais animado do país (foi praticamente inventado aqui) – perfeito para beberes uns copos com alguns dos praticantes de esqui extremo mais malucos do mundo que aqui vivem no Inverno.

Procurar voos para Genebra
Encontrar hotéis em Chamonix

2. Revelstoke, Canadá

Revelstoke, Canadá

Chegada ao topo de Revelstoke de helicóptero © Grant Gunderson

Revelstoke é o epicentro mundial do backcountry ski. O heli-ski foi lançado aqui nos anos 60, e agora há cinco empresas de heli-ski baseadas dentro ou à volta desta pequena cidade no centro da British Columbia. 95% do heli-ski mundial passa-se em BC – é fácil perceber porquê quando olhas para Revelstoke. Os operadores conseguem aceder a milhões de hectares de terreno esquiável ao longo de três cordilheiras diferentes – e aqui o ar húmido do Pacífico encontra-se com o ar frio e seco das Rockies, resultando em mais de 12 metros de queda de neve por temporada. E quando acabares o heli-ski, a Revelstoke Mountain Resort tem das pistas mais íngremes da América do Norte – e a maior descida vertical de qualquer estância no continente. Também podes dar de caras aqui com os teus pro skiers preferidos em sessões fotográficas para revistas nos bares e restaurantes mesmo ao lado da antiga povoação mineira e ferroviária.

Procurar voos para Kelowna
Encontrar hotéis em Revelstoke

3. Verbier, Suíça

Verbier, Suíça

Descendo a toda a velocidade em Verbier © Switzerland Tourism

Verbier é considerado o berço do esqui extremo nos Alpes porque à volta de Verbier é tarefa fácil encontrar terreno fora de pista extremo – basta apanhar o teleférico e fazer uma escalada curta e estás pronto para enfrentar as pistas de backcountry ski mais famosas da Europa. Se te lembrares de olhar à tua volta, terás vistas incríveis de duas das maiores atracções alpinas da Europa – o Mont Blanc e o Matterhorn. Se estiveres interessado em melhorar a tua técnica para enfrentar as encostas e curvas apertadas de Verbier, a estância tem a melhor clínica na Europa para esquiadores avançados. Também encontrarás aqui muitos dos melhores esquiadores e snowboarders da Europa a competir em alguns dos concursos de esqui extremo ‘Big Mountain’ mais conceituados do mundo.

Procurar voos para Genebra
Encontrar hotéis em Verbier

4. Kicking Horse, Canadá

Kicking Horse, Canadá

Alojamento no topo da montanha no Kicking Horse Mountain Resort © Tourism BC

A Powder Highway (auto-estrada de neve) do Canadá é uma das zonas de ski mais subestimadas do mundo – é uma série de estradas que serpenteiam nove das estâncias de ski mais radicais do Canadá (no canto sudeste da British Columbia). Não é então de admirar que aqui se encontre a melhor montanha para os amantes de adrenalina. Sessenta porcento do Kicking Horse Mountain Resort está designado ‘só para peritos’. Com as suas bacias e corredores de esqui extremo tão perto das cadeirinhas, desde a sua abertura em 2000 que o Kicking Horse tem ganho todos os prémios de ski radical atribuídos por revistas de ski norte-americanas. E a cidade de paragem de camiões vizinha de Golden é o lugar ideal para te alimentares de um guisado de alce e umas cervejas artesanais locais ao lado dos esquiadores mais destemidos da América do Norte.

Procurar voos para Calgary
Encontrar hotéis em Kicking Horse

5. La Grave-la-Meije, França

La Grave-la-Meije, França

No topo de um glaciar também conhecido como a Montanha da Morte

Com um nome como La Grave, não é de admirar que este lugar seja conhecido como a ‘Montanha da Morte’. Há só um teleférico em La Grave e não há terreno alisado ou patrulhas de socorristas – por isso quando fazes ski em La Grave estás mesmo por conta própria. Apanha um teleférico até 3.200 metros de altura onde só há duas pistas marcadas no glaciar, o resto é contigo – podes escolher um percurso tão extremo quanto queiras para descer. Com 2000 metros de queda vertical e pistas que inclinam para além dos 50 graus, La Grave é a montanha de backcountry ski mais extrema do mundo. Nem penses em pôr lá os pés a não ser que saibas mesmo o que estás a fazer.

Procurar voos para Chambéry
Encontrar hotéis em La Grave

6. Jackson Hole, Wyoming

Jackson Hole, Wyoming

Neve frescas e pistas íngremes em Jackson Hole © Jackson Hole

Se não gostas de pistas íngremes, nem penses em Jackson Hole – um sinal ao fundo da estância adverte: “A nossa montanha não se compara a nada que já tenhas esquiado antes”. Jackson Hole é a montanha com o esqui mais extremo da América do Norte – terás acesso a algumas das pistas de backcountry ski mais íngremes do mundo. Mas com muitas pistas tratadas adequadas a esquiadores intermédios, Jackson Hole é considerada uma das melhores montanhas no planeta para melhorares a tua técnica até estares pronto para zonas como o Corbet’s Couloir, a pista de ski mais assustadora da América, onde terás de saltar seis metros de uma cornija só para entrares nesta pista a um ângulo de 40 graus.

Procurar voos para Jackson
Encontrar hotéis em Jackson Hole

7. Niseko, Japão

Niseko, Japão

Esquiando as pistas da estância de ski mais nevosa do mundo

Niseko tem-se tornado bem popular entre os esquiadores e snowboarders australianos – mas há uma boa razão: Niseko é a estância de ski com mais neve do mundo. Cada temporada vê cair mais de 15 metros da neve mais seca do mundo. É até bastante comum cair um metro de neve durante a noite em Janeiro ou Fevereiro. Aliás, se chegares entre o fim de Dezembro e meados de Fevereiro tens praticamente garantida neve até à cintura. E ao contrário de muitas estâncias no Japão, em Niseko podes esquiar entre as árvores permitindo ainda mais adrenalina em fora de pista com neve profunda. Mas ficas avisado, já houve quem sufocasse aqui. Se caíres podes não conseguir levantar-te (nunca vás sozinho). Fica de pé e estarás a esquiar nas pistas mais profundas da tua vida… de certeza absoluta. O après ski é bastante ligeiro, mas depois de um dia na neve vais dar-te por contente com um banho num onsen japonês (termas vulcânicas) e jantar cedo num restaurante Izakaya tradicional.

Procurar voos para Sapporo
Encontrar hotéis em Niseko

8. Kitzbühel, Áustria

Kitzbühel, Austria

Esquiando num dos spots de ski mais antigos da Europa © Michael Werlberger

Não há meca mais histórica de fora de pista no ski europeu que em Kitzbühel – o lugar onde decorreu uma das primeiras descidas de ski alpino na Europa. Kitzbühel é enorme – há 54 teleféricos na estância, mas são as pistas íngremes desafiantes e os 200 quilómetros de fora de pista enganoso que entusiasmam os amantes de adrenalina. Kitzbühel é onde se dá a prova de descida de ski mais famosa do mundo – o Streif. Os melhores esquiadores do planeta competem ao estilo gladiador, ganhando velocidades até 150 km/h ao longo de saltos, montes e declives extremos. Mas o Streif é agora uma área de ski pública, por isso qualquer pessoa pode experimentar. Kitzbühel é tão íngreme que é onde treina a equipa de ski austríaca e onde encontras a escola de ski mais famosa do planeta – os Red Devils – para te ajudar a aperfeiçoar o teu backcountry ski.

Procurar voos para Salzburgo
Encontrar hotéis em Kitzbühel

9. Heli-ski em Valais, Suíça

Heli ski em Valais na Suíça

Escala até ao melhor spot depois de seres largado pelo helicóptero © Cultura Creative (RF) / Alamy

O heli-ski difere imenso na Europa daquilo que encontras na América do Norte. É também proibido em muitos países europeus mas o melhor sítio para acederes ao melhor terreno de heli-ski é a partir do vale de Valais na Suíça. És apanhado na estância de ski de Zermatt ou de Verbier e levado de helicóptero até zonas de aterragem espalhadas pela Itália e pela Suíça. A grande vantagem do heli-ski na Europa é que atravessas fronteiras pelo ar, o que significa que podes esquiar em países diferentes num mesmo dia. Terás também acesso a longos glaciares, bacias enormes e profundas e mais pistas entre as árvores do que haveria na América do Norte – e as pistas de ski são geralmente mais compridas; terás também a oportunidade de descer as melhores pistas das estâncias à volta de Valais.

Procurar voos para Genebra
Encontrar hotéis em Valais

10. Mayrhofen, Áustria

Ski Mayrhofen, Áustria

Atira-te à neve fresca em Mayrhofen © Frank Bauer

Queres apanhar um susto? Vieste mesmo ao lugar certo. Mayrhofen tem um dos melhores snow parks do mundo – e é considerado o melhor da Europa. O Burton Park tem saltos ‘tabletop’ enormes que atraem os maiores nomes do ski e do snowboard da Europa – assim como os bares de après lendários que fazem a festa todas as noites. Mas o parque é apenas o começo da adrenalina: Mayrhofen tem a pista tratada mais íngreme do mundo, a Harakiri – o ritual japonês de suicídio por espada Samurai – o que te dá uma ideia daquilo com que estás a lidar. As pessoas fazem fila para verem os loucos que se atiram às pistas. Se isto não é adrenalina que chegue para ti, há sempre as pistas de glaciar mais íngremes da Europa (Hintertux) a 19 quilómetros de distância.

Procurar voos para Insbruque

Encontrar hotéis em Mayrhofen
As estâncias de ski tendem a ser um bocadinho longe dos aeroportos e às vezes os hotéis não são mesmo em cima da montanha. Alugar um carro pode fazer com que as tuas férias na neve sejam menos stressantes. Compara ofertas de aluguer de carros para poupares dinheiro.

Encontrar um aluguer de carro barato

Ainda não sabes para onde ir? Espreita o nosso guia com destinos para todo o tipo de esquiador para te ajudar a planear as tuas derradeiras férias na neve.
Relacionado
As 12 melhores estâncias de ski de luxo do planeta
— 12 mins de leitura

As 12 melhores estâncias de ski de luxo do planeta