O que visitar em Madrid de borla!

O coração de uma nação de sangue quente e apaixonada, a capital espanhola é o sonho dos amantes de cultura – espreita o que visitar em Madrid de borla.

Relaxa na relva ou aluga um barco no lago do Parque do Retiro
Relaxa na relva ou aluga um barco no lago do Parque do Retiro

Madrid é o coração cultural de Espanha e o sonho de qualquer bom garfo, com mais bares por pessoa que qualquer outro lugar na Europa e uma herança história rica sempre presente. Mas talvez te surpreenda a quantidade de coisas que podes fazer completamente de graça.

Maravilha-te com as galerias do Triângulo Dourado de Arte

 Muito espaço para conversas artísticas no Reina Sofia

Muito espaço para conversas artísticas no Reina Sofia

Madrid alberga museus de arte mundialmente famosos, os três principais compõem o Triângulo Dourado da cidade e todos têm um horário gratuito durante a semana: O Prado (Terça a Sábado, 18h-20h e Domingo, 17h-20h), o Reina Sofia (Segunda a Sexta, 19h-21h) e o Thyssen-Bornemisza (Segunda, 12h-16h). Prepara-te para enfrentares longas filas, mas vale a pena para veres algumas das maiores obras-primas do mundo de graça.

Outras galerias, mais contemporâneas, de Madrid que podes visitar de graça a qualquer dia da semana, incluem a Tabacalera, situada numa antiga fábrica de tabaco, e a Casa Encendida, que tem um terraço no telhado muito bonito a não perder.

Vive o ambiente no Mercado El Rastro

 Regateia como se não houvesse amanhã no El Rastro

Regateia como se não houvesse amanhã no El Rastro

As ruas que normalmente se demoram a acordar por esta hora despertam animadamente todos os Domingos de manhã, quando o Rastro se apodera do bairro La Latina. É um óptimo lugar para observar pessoas e as bancas também merecem uma espreitadela.

O mercado vende de tudo, desde antiguidades a uma panóplia de velharias como discos de flamenco antigos, roupa e electrodomésticos. Há muita quinquilharia e há tesouros por encontrar, e vale bem a pena enfrentar as multidões para viver a experiência desta autêntica instituição da cidade – e quem sabe, pode ser que descubras uma verdadeira pérola.

Relaxa em estilo no Retiro

 Chegado o Verão, é para aqui que vais querer trazer o teu piquenique

Chegado o Verão, é para aqui que vais querer trazer o teu piquenique

A jóia verde no coração de Madrid é o Parque do Retiro, que foi oferecido ao público pela monarquia nos finais do século XIX. Seja em que estação for, o parque é um óptimo destino para conhecer tanto viajantes como habitantes locais: seja num dia de Verão abrasador com um piquenique à sombra ou a absorver o ambiente outonal entre as folhas douradas.

Há um lago onde se pode andar de barco, dezenas de esculturas, um bonito jardim de rosas e o magnífico Palácio de Cristal, um pavilhão de vidro que organiza exposições de arte gratuitas.

Templo de Debod – do Egipto com amor

 Um templo egípcio bem no meio de Madrid

Um templo egípcio bem no meio de Madrid

A última coisa que esperarias ver no centro da capital espanhola seria um templo egípcio ancião, mas curiosamente, há mesmo um. Este ergue-se majestosamente sobre uma colina, e foi oferecido pelo Egipto a Espanha em 1968 para agradecer a sua ajuda na preservação de vários templos egípcios.

O templo foi construído originalmente no século II AC e hoje em dia não há melhor sítio para ver o pôr-do-sol em Madrid. Situado no enorme Parque del Oeste no centro da cidade, é também um lugar muito agradável para fazer um piquenique, tendo óptimas vistas sobre a Casa de Campo do seu ponto de vantagem na colina.

Caminhando nos passos de Hemingway pela Gran Vía

 Passeia pela Broadway espanhola e olha para cima! É aqui que Madrid ostenta desavergonhadamente a sua arquitectura sumptuosa

Passeia pela Broadway espanhola e olha para cima! É aqui que Madrid ostenta desavergonhadamente a sua arquitectura sumptuosa

Luzes, câmera, acção! Desde o seu icónico anúncio da Schweppes às suas estreias de cinema internacionais, a Gran Vía parace saída directamente do grande ecrã e já protagonizou em numerosos filmes como o Abre los Ojos de Alejandro Amenábar (refeito em inglês com o título Vanilla Sky).

Uma passarela de arquitectura do século XX, a rua teve em tempos dezenas de cinemas, mas agora alberga apenas uma mão cheia, o resto tendo fechado para dar lugar às lojas modelo de muitas marcas de moda. Um destaque é o edifício Telefónica (o primeiro arranha-céus da Europa): Ernest Hemingway atravessou a Gran Vía sob fogo para enviar os seus relatórios a partir deste edifício durante a Guerra Civil Espanhola.

Absorve a história vívida da Plaza Mayor

 Turístico ou não, este é um lugar realmente histórico

Turístico ou não, este é um lugar realmente histórico

Pode estar a abarrotar de turistas, mas não deixes que isso te impeça de ver a maior e mais bonita praça de Madrid. Já decorreram aqui todo o tipo de eventos ao longo dos anos, desde partidas de futebol e concertos a – durante a Inquisição Espanhola – julgamentos e sentenças à morte. Cenas desta história colorida estão ilustradas nos bancos sob as luzes de rua da praça.

Esquece os restaurantes com preços para turista que ladeiam a praça e opta antes por um bocadilllo de calamares enorme num dos bares animados e baratos nas ruas mais pequenas que rodeiam a praça – este é o petisco típico à volta da Plaza Mayor.

Deixa-te submergir no passado na Estação de Metro Chamberí

 A Estação de Metro Chamberí – de onde se lançaram aventuras passadas

A Estação de Metro Chamberí – de onde se lançaram aventuras passadas © Antonio Tajuelo

Para norte do centro da cidade fica um tesouro escondido de que a maioria dos viajantes nem sequer ouviu falar. A Estação de Metro Chamberí era em tempos uma estação funcional, mas foi fechada nos anos 60 quando os comboios do metro aumentaram em comprimento.

Os seus anúncios, bilheteira e plataformas ficaram congelados no tempo, e hoje em dia podes visitar a antiga estação e dar uma volta pelo passado. Os comboios ainda passam pela estação mas não param. Um óptimo lugar para provar um gostinho da Madrid de antigamente.

Viaja milhares de anos atrás no tempo na Cerca Moura de Madrid

 Conhece a Madrid de há quase dois mil anos

Conhece a Madrid de há quase dois mil anos © Prof.Mortel

Ao lado de uma das maiores atracções de Madrid, o Palácio Real, há outro marco bastante menos reconhecido: a Cerca Moura da Madrid medieval, um vestígio da história variada da cidade.

A primeira muralha à volta da cidade foi construída sob governadores muçulmanos durante a ocupação moura da Península Ibérica. A construção da muralha está directamente relacionada com a fundação de Madrid; a muralha data do século IX, quando defendia a cidadela muçulmana (também conhecida como uma almudaina) de Mayrit – o primeiro nome de Madrid.

No Verão, pode ser que apanhes aqui um espectáculo de música ou teatro, organizado pela câmara municipal de Madrid.

Aprende sobre a história de Madrid no Museu San Isidro

 Falaste com o teu santo padroeiro hoje?

Falaste com o teu santo padroeiro hoje?

Explora as origens de Madrid na antiga casa de San Isidro, o santo padroeiro da cidade. Este museu gratuito detalha as origens da cidade através de quadros, mapas e artefactos. A casa preserva algumas características singulares, incluindo o poço de onde, reza a lenda, o santo salvou o seu filho pequeno através de um milagre em que fez subir as águas.

A colecção está organizada em várias exposições, incluindo a Mayrit-Madrid, que apresenta a história islâmica da cidade. O piso térreo da casa tem vestígios arqueológicos de elefantes e rinocerontes que viviam naquilo que é agora Madrid moderna, bem como as ferramentas de pedra utilizadas para os caçar.

Procurar voos para Madrid
Curioso por mais inspiração para aventuras gratuitas? Vê as nossas recomendações para actividades à borla em Barcelona e no Rio de Janeiro.