De principiantes a veteranos: 12 caminhadas para aventureiros destemidos

Dá corda aos sapatos e prepara-te para uma aventura épica. A beleza destes trilhos e percursos serve de inspiração para saíres de casa e conquistares as montanhas.

Faz-te à estrada e explora o Quilotoa Loop no Equador
Faz-te à estrada e explora o Quilotoa Loop no Equador © Along Dusty Roads

Um bom par de sapatos de caminhada, e o desejo de explorar o mundo ao ar livre, são as únicas coisas de que precisas para chegar até à paisagem mais bonita de um país ou ao miradouro com a vista mais deslumbrante e fotogénica. Desde atravessar os penhascos estreitos e periclitantes da costa do Havaí até à descoberta das aldeias remotas dos Andes no Equador, cada caminhada é extraordinária à sua maneira.

Para te ajudar a aquecer os motores para a tua próxima aventura, a dupla de aventureiros Andrew and Emily – ele, escritor, ela, fotógrafa – juntaram alguns dos seus trilhos preferidos espalhados pelo mundo e agruparam-nos em categorias de acordo com a tua própria experiência: desde o caminhante principiante que gosta de um bom passeio, ao veterano destemido que se imagina um intrépido Bear Grylls!

As melhores caminhadas para principiantes

Grindelwald – Suíça

Um passeio tranquilo e uma viagem de comboio através da vila alpina de Grindelwald

Um passeio tranquilo e uma viagem de comboio através da vila alpina de Grindelwald © othree

Parte à descoberta com uma viagem de comboio através das colinas encantadoras dos campos suíços. Depois de uma boa noite de sono num chalet tradicional, desfruta da deslumbrante paisagem alpina numa caminhada a partir de Grindelwald.

Embora não faltem trilhos e subidas a partir desta aldeia – que é uma base concorrida entre os caminhantes – aqueles que procuram paisagens inacreditáveis, repletas de aldeias de contos-de-fadas e cadeias de montanhas épicas, devem eleger o trilho First-Faulhorn. Apanha o teleférico de First em Grindelwald para teres tempo e energia para a caminhada de 12 quilómetros que te espera à chegada.

O cume da montanha Faulhorn fica a 2.681 metros de altitude, mas, apesar da possibilidade de enjoos, as vistas intermináveis por cima das nuvens valem bem a pena. Uma paragem no maravilhoso Lago Bachalpsee no caminho para cima ou no regresso para baixo é obrigatória – aninhado num vale verdejante com os cumes brancos das montanhas de Schreckhorn ao fundo, é como entrar dentro de um postal da Suíça.

Encontrar um voo para Berna

Passeio costeiro em Lizard – Cornualha, Inglaterra

Encontrar as praias escondidas ao longo da Lizard Peninsula

Encontrar as praias escondidas ao longo da Lizard Peninsula

A começar em Kynance Cove, esta rota de 11 quilómetros é bastante acessível e leva-te a percorrer a deslumbrante orla costeira da Cornualha até Lizard Point, o ponto mais a Sul da Grã Bretanha. Pelo caminho vais descobrir grutas, penhascos, cavernas e praias escondidas com areias surpreendentemente brancas e água azul-turquesa. Fica atento – a acompanhar o belíssimo cenário, há focas e até baleias durante os meses de Verão.

O turismo aqui é muito discreto e, sem as multidões, podes-te deixar envolver pela magnífica sensação de isolamento. Faz como os ingleses e aproveita o regresso para parar num “pub” local para um pastel tradicional da Cornualha e um merecido “pint” de cerveja!

Encontrar um voo para a Cornualha

Sentiero Azzuro (Caminho Azul) – Cinque Terre, Itália

Riomaggiore, uma das aldeias encantadoras para visitar ao longo do Caminho Azul

Riomaggiore, uma das aldeias encantadoras para visitar ao longo do Caminho Azul © Fred_78

As casas coloridas das lindíssimas aldeias costeiras de Cinque Terre já fazem parte da maioria das listas de “o que fazer antes de morrer” dos viajantes inveterados. A percorrer 12 quilómetros da dourada orla costeira da Riviera Italiana, o mítico Sentiero Azzuro (Caminho Azul), conhecido por vezes como o trilho #2, liga as cinco aldeias de Cinque Terre.

Além da oportunidade para descobrir a costa pitoresca da região, este trilho acessível e bem indicado leva-te a atravessar vinhas e olivais e passar por gelatarias, cafézinhos e pracetas cheias de charme; a verdadeira essência de Itália está cá toda.

O trilho demora pelo menos cinco horas a percorrer, e se quiseres terminar a caminhada com um um par de horas na praia, recomendamos que comeces em Riomaggiore e que acabes em Monterosso.

Encontrar um voo para Génova

Os melhores conselhos para caminhantes de experiência intermédia

Quilotoa Loop – Equador

O Andrew a percorrer o Quilotoa Loop no Equador

O Andrew a percorrer o Quilotoa Loop no Equador © Along Dusty Roads

Normalmente o Quilotoa Loop é sacrificado a favor da Amazónia ou das Galápagos, mas é uma aventura fantástica para aqueles que gostam do caminho menos percorrido. É um ponto essencial de qualquer itinerário que passe pelo Equador.

Idealmente, o Loop deve ser feito ao longo de três noites/quatro dias. Os caminhantes são levados a percorrer trilhos com escassa sinalização que atravessam pequenas aldeias andinas, planícies amplas ao longo de rios sinuosos e vales verdejantes.

O caminho culmina num vasto lago de cratera. Há que treinar a adaptação à altitude, e as noites ficam muito frias, por isso a preparação antes da caminhada é importante. E, se adoras caminhar, mas detestas acampar, vais gostar de saber que há excelentes albergues ao longo do caminho.

Encontrar um voo para Quito

Half Dome – Parque Nacional de Yosemite, Califórnia, EUA

Quase lá – o Half Dome no Parque Nacional de Yosemite

Quase lá – o Half Dome no Parque Nacional de Yosemite © mtch3l

O Half Dome é uma caminhada imensamente popular nos Estados Unidos, e com razão – esta icónica laje de granito está mesmo a pedir para ser conquistada!

Com um tempo de caminhada de 10-14 horas, dependendo do caminho escolhido, a popularidade deste trilho esconde o facto de que não deixa de ser um desafio, e um que certamente não é para os mais fracos de espírito.

A vista incrível sobre as montanhas e vales a partir do topo do Half Dome só é acessível através de uma escalada de 120 metros, que se faz agarrado a cabos de aço presos à rocha, por isso se não te dás bem com grandes alturas é melhor não olhares para baixo!

Coloca a hipótese de incluir o Half Dome como parte de um passeio de dois ou três dias, a acampar, para ver as cataratas do Mist Trail e explorar mais a fundo a beleza do Parque Nacional de Yosemite. Só tens de obter com antecedência a tua Wilderness Permit (licença).

Encontrar um voo para Fresno

Tongariro Alpine Crossing – North Island, Nova Zelândia

Deixa-te inspirar pelo terreno vulcânico de Tongariro e pelos reluzentes lagos de cratera

Deixa-te inspirar pelo terreno vulcânico de Tongariro e pelos reluzentes lagos de cratera

Pergunta a qualquer caminhante ou amante do ar-livre qual é o seu destino de sonho, e o mais provável é que te respondam Nova Zelândia. Este país tem mesmo tudo.

O Tongariro Alpine Crossing, no Parque Nacional de Tongariro, com 19,4 quilómetros de comprimento, tem subidas íngremes e uma meteorologia imprevisível, mas, referida frequentemente como a melhor caminhada da Nova Zelândia, vale mesmo a pena o desafio.

A paisagem natural avassaladora deste terreno vulcânico espectacular é pontuada aqui e ali por fontes termais, lagos de cratera e vistas excelentes das cadeias de montanhas.

Se ainda te sobrar energia, o Monte Ngauruhoe pode ser escalado numa excursão de três horas no regresso ao longo do trilho principal, ou então podes fazê-lo como parte integrante do circuito desafiante de três dias de Tongariro.

Encontrar um voo para Wellington

Os melhores trilhos para trekkers experientes

Escalada do Monte Fitz Roy trek – Patagónia, Argentina

A vista na Laguna de los Tres

A vista na Laguna de los Tres

O Monte Fitz Roy na Argentina é para os verdadeiros puristas da caminhada. Situada na Patagónia argentina, esta emocionante rota oferece algumas das paisagens de montanha e gelo mais dramáticas da América do Sul. O ponto alto é sem dúvida a Laguna de los Tres, com um miradouro de cortar a respiração. A malta lá de casa vai roer-se de inveja.

No parque, há várias opções para os caminhantes, que podem optar por um passeio de um dia ou por uma caminhada de 2 a 5 dias.

Encontrar um voo para El Calafate

El Camino de Santiago – Espanha

A pé ou de bicicleta, os peregrinos do Camino chegam finalmente à Catedral de Santiago de Compostela

A pé ou de bicicleta, os peregrinos do Camino chegam finalmente à Catedral de Santiago de Compostela

Esta lendária rota para peregrinos tem mais de 1.000 anos e atravessa o norte de Espanha. O caminho é extremamente acessível e é perfeito para uma caminhada de vários dias. Há toda uma variedade de trilhos e pontos de partida, alguns a chegar aos 800 quilómetros, mas todos vão dar à catedral de Santiago de Compostela.

Para quem só tem 5-7 dias – aos invés do mês inteiro necessário para completar o caminho até ao fim – recomendamos que se concentrem na última parcela do popular Caminho Francês, de Sarria a Santiago de Compostela, num total de 110 quilómetros. Montanhas, cenários rupestres, muitos monumentos sagrados e aldeias antigas – estão todos à tua espera ao longo do caminho.

Encontrar um voo para Biarritz

Tiger Leaping Gorge – China

A vista é consoladora durante a caminhada desafiante na Tiger Leaping Gorge

A vista é consoladora durante a caminhada desafiante na Tiger Leaping Gorge

Bem lá no alto, sobre as águas turquesas do rio Jinsha e através de um dos desfiladeiros mais profundos do mundo, a Tiger Leaping Gorge e a sua paisagem espectacular e dramática é considerada uma das caminhadas mais impressionantes da China.

O nome vem de uma lenda, que conta a história de um tigre que conseguiu saltar a parte mais estreita do desfiladeiro – uma distância de 25 metros – para escapar a um caçador, e, hoje, esta escalada é uma favorita entre os viajantes mais intrépidos e aventureiros.

Com albergues ao longo da rota de 22 quilómetros, os visitantes podem optar por passar aqui uma noite ou duas e aproveitar o tempo neste recanto remoto do sudoeste da China.

Encontrar um voo para Lijiang

Os melhores trilhos para os verdadeiros durões

Kokoda Trail – Papua Nova Guiné

Nas profundezas das florestas da Papua Nova Guiné, os caminhantes enfrentam o Kokoda Trail

Nas profundezas das florestas da Papua Nova Guiné, os caminhantes enfrentam o Kokoda Trail © Luke Brindley

Uma semana ou mais a percorrer os trilhos isolados que ligam as costas norte e sul da Papua Nova Guiné, com dias húmidos sob sol intenso e noites bem frias, o Kokoda Trail vai desafiar-te física e emocionalmente. Há quem diga que é de mudar a vida.

Este trilho no meio da selva cobre 96 quilómetros de terreno selvagem, e leva quem o percorre a aldeias remotas, mas acolhedoras, em locais repletos da história das batalhas sangrentas entre japoneses e aliados durante a Segunda Guerra Mundial.

Encontrar um voo para Port Moresby

Kalalau Trail– Kauai, Havaí

Praias paradisíacas para um miminho pós-caminhada na costa de Nā Pali

Praias paradisíacas para um miminho pós-caminhada na costa de Nā Pali

Um paraíso intocado – é esta a recompensa para aqueles que forem suficientemente corajosos para enfrentar este desafiante trilho de 35 quilómetros de comprimento ao longo da costa de Nā Pali, na ilha de Kauai.

Praias imaculadas, um oceano azul hipnotizante e um cenário verde de natureza viçosa combinam-se para formar uma paisagem magnífica, mas atenção: isto não é um passeio para principiantes.

O trilho de Kalalau, com várias travessias traiçoeiras sobre o rio e a assustadora “crawler’s ledge’ – um estreito trilho de pedra onde é preciso rastejar através de um rebordo a 91 metros de altura do mar – é conhecido como uma das caminhadas mais perigosas dos Estados Unidos.

Embora seja possível completar o trilho num só dia, vai com calma e divide as etapas numa ou duas noites. Lembra-te de que é necessário adquirir uma licença para acampar.

Encontrar um voo para Kauai

Drakensberg Grand Traverse – África do Sul

Só tu e a tua mochila nas infinitas Montanhas de Drakensberg

Só tu e a tua mochila nas infinitas Montanhas de Drakensberg© Rick McCharles

Esta é a caminhada que vai impressionar todos os teus amigos quando estiverem a trocar histórias de viagens – 220 quilómetros, 8-12 dias, total auto-suficiência.

O Drakensberg Grand Traverse é uma das caminhadas mais duras e fisicamente extenuantes da África do Sul, onde os caminhantes têm de enfrentar os cumes mais altos da região (todos acima dos 3.000 metros) com todo o equipamento e alimentação para o percurso às costas.

Felizmente, os desfiladeiros e penhascos entre a densa vegetação e as planícies de KwaZulu-Natal são mais do que recompensa neste trilho épico. Prepara-te, porque vais ter muitas bolhas para tratar!

Encontrar um voo para Durban
O Andrew e a Emily escrevem sobre viagens e aventuras incríveis no seu blogue Along Dusty Roads.